​O Natal será mais farto

O setor de supermercados está otimista quanto às vendas neste Natal. A Pesquisa de Natal Abras 2013 aponta que o segmento espera aumento de 14,9% nas vendas de produtos típicos da data em relação ao mesmo período de 2012. O estudo apontou que que os mais de 80 empreendedores entrevistados elevaram suas aquisições de quase todos os itens que compõem a cesta natalina em relação ao mesmo período do ano passado, disse Marcio Milan, vice-presidente da entidade.

Milan lembrou que os volumes importados de frutas especiais apontam que as oscilações cambiais observadas em agosto não afetaram significativamente as compras do setor. Assim, os itens com grandes expectativas de altas nas vendas foram frutas especiais importadas (17,1%), bebidas natalinas (15,9%), cerveja (15,3%), refrigerante (15,2%), frutas nacionais da época (14,7%), panetone (14,2%) e vinhos nacionais (13,6%). Entre as carnes, a Abras espera alta nas vendas de chester (12%), peru (10,8%) e tender (10,2%).

Vinhos – No caso dos importados em geral, a expectativa é de aumento de 10% neste ano. Os vinhos importados, especificamente, terão vendas 11,3% superiores.

Em relação ao mercado de vinhos em geral, Milan lembrou que os fabricantes brasileiros e o setor supermercadista   firmaram um acordo no ano passado para estimular as vendas e valorizar a cadeia produtora brasileira.

Deu certo: um primeiro balanço apontou que o vinho de mesa registrou crescimento de

4,26% nas vendas em volume entre janeiro e setembro deste ano ante igual período do ano passado. As vendas de vinhos finos subiram 7,36% e a dos espumantes, 12,75% na mesma base de comparação.

Fonte: Diário do Comércio